Categorias
google grátis

Traduza grátis seus emails através do Gmail

[featured-img]
Hoje o Google anunciou 3 novos recursos no seu Gmail, que é sem dúvidas o melhor email que existe

A mais legal é a possibilidade de uma tradução automática e direta no conteúdo de e-mails que recebemos em outro idioma.

A partir de agora, quando você abre uma mensagem em outro idioma, vai aparecer um link para realizar a tradução que por sua vez, detecta automaticamente o idioma de origem.

Outro recurso a ser integrado tem a ver com a forma como vemos no navegador se temos novos e-mails
Agora mostrará Caixa de Entrada (20) – usuario@exeamplo.com – Gmail no lugar de Gmail – Inbox (20) – usuário@exemplo.com.

E o terceiro recurso é a possibilidade de manter as conversas longas ou “linhas de conversas”, fora de nossa caixa de entrada.
Notei também melhorias para arquivar de forma inteligente as mensagens não ativas.

Categorias
grátis

Livros grátis em PDF

Mais um link com Livros Grátis:

PDF Book

A maioria deles é em inglês, para quem se vira na língua inglesa vale a pena dar uma olhada.

Categorias
geral grátis

Livros grátis e livros falados. Saiba aonde encontrar audiobooks.

BibVirt

Seguindo avanti na busca por informação também encontrei o site BibVirt da Escola do Futuro da USP, que também aceita ajuda de voluntários que colaboram digitando obras, enviando imagens ou até mesmo gravando livros falados.
Acesse: http://www.bibvirt.futuro.usp.br

O BibVirt lançado em 1997 disponibiliza gratuitamente grande quantidade de informação qualificada, atualizada e facilmente acessível, proporcionando auxílio às pesquisas escolares, e servindo como subsídio para o desenvolvimento de atividades curriculares e extra-curriculares.
No site encontrei uma resenha de 9 min, em Libras (Linguagem Brasileira de Sinais) da obra “O Alienista” que amplia o uso da mídia digital em experiências educacionais e culturais direcionadas aos surdos.

Site sobre Linguagem Brasileira de Sinais (LIBRAS)
http://www.acessobrasil.org.br/libras/
http://www.ines.org.br/libras/
http://www.libras.org.br/
Além dos livros de domínio público, os internautas ainda podem acessar diferentes tópicos como:

TV ESCOLA

Assista aos 400 videos produzidos pela TV Escola / MEC sobre artes, pluralidade cultural, meio ambiente, saúde entre outros. Rádio Escola
O Programa Rádio Escola do Ministério da Educação desenvolve ações que utilizam a linguagem radiofônica para o aprimoramento pedagógico de comunidades escolares.

TELECURSO

Telecurso 2000 é um método de ensino supletivo dos ensinos fundamental e médio, desenvolvido pela Fundação Roberto Marinho e pela FIESP

Banco de Projetos Matemáticos

Se você é professor de Matemática e já utilizou os Vídeos da TV Escola através do site da BibVirt, participe do Banco de Projetos Matemáticos.

Livros Falados (Audio Books grátis)

Formato de leitura diferenciado que amplia as opções para os que apreciam a boa leitura. Esta seção reune clássicos da literatura nacional.

Destacam-se:

Conto (9)

Alienista, O (Machado de Assis)
Aprendiz de mago, O (Teófilo Braga)
Cartomante, A (Machado de Assis)
Cego e o moço, O (Teófilo Braga)
Dez anõezinhos da tia Verde-água, Os (Teófilo Braga)
Noite de Almirante (Machado de Assis)
Sal e a água, O (Teófilo Braga)
Sempre não (Teófilo Braga)
Três cidras do amor, As (Teófilo Braga)

Poesia (2)

Espumas Flutuantes (Castro Alves)
Lusíadas, Os (Luís de Camões)

Romance (35)

Ateneu, O (Raul Pompéia)
Bom Crioulo (Adolfo Caminha)

Cabeleira, O (Franklin Távora)
Carne, A (Júlio Ribeiro)
Cidade e as Serras, A (Eça de Queirós)
Cinco Minutos (José de Alencar)
Coração, cabeça e estômago (Camilo Castelo Branco)
Cortiço, O (Aluísio Azevedo)
Crime do Padre Amaro, O (Eça de Queirós)
Dom Casmurro (Machado de Assis)
Escrava Isaura, A (Bernardo Guimarães)
Eurico, o Presbítero (Alexandre Herculano)
Guarani, O (José de Alencar)
Helena (Machado de Assis)
Iaiá Garcia (Machado de Assis)
Inocência (Visconde de Taunay)
Iracema (José de Alencar)
Livro de uma Sogra (Aluísio Azevedo)
Lucíola (José de Alencar)
Luzia Homem (Domingos Olímpio)
Maias, Os (Eça de Queirós)
Marília de Dirceu (Tomás Antônio Gonzaga)
Memorial de Aires (Machado de Assis)
Memórias Póstumas de Brás Cubas (Machado de Assis)
Memórias de um Sargento de Milícias (Manuel Antonio de Almeida)
Mão e a Luva, A (Machado de Assis)
Noite na Taverna (Álvares de Azevedo)
Pupilas do Senhor Reitor, As (Júlio Dinis)
Quincas Borba (Machado de Assis)
Relíquia, A (Eça de Queirós)
Retirada de Laguna, A (Visconde de Taunay)
Seminarista, O (Bernardo Guimarães)
Sertanejo, O (José de Alencar)
Triste Fim de Policarpo Quaresma (Lima Barreto)
Ubirajara (José de Alencar)

Teatro (6)

Demônio Familiar, O (José de Alencar)
Juiz de Paz na Roça, O (Martins Pena)
Noviço, O (Martins Pena)
Quem Casa quer Casa (Martins Pena)
Quem tem farelos? (Gil Vicente)

Velho da Horta, O (Gil Vicente)

PODCAST Livros falados – Audiobooks Grátis

Acesse aqui:http://www.podcast1.com.br/canal.php?codigo_canal=2142 Podcast voltado à apresentação de diversos áudio-livros gravados por leitores voluntários em Bragança Paulista – SP.

“O PEQUENO PRÍNCIPE” e “O CASO DOS DEZ NEGRINHOS” de Agatha Christie, lançamos o livfro “UM CERTO CAPITÃO RODRIGO” de Érico Veríssimo.

Os livros que eles já gravaram:
1. 101 coisas que não me contaram antes do casamento – Linda e Charlie Bloom
2. Cinco pães e dois peixes –François Xavier Van Thuan
3. Como se faz análise de conjuntura – Betinho – Herbert de Souza
4. Crônica de uma morte anunciada – Gabriel Garcia Marques
5. O código da vinci –Dan Brown
6. Estação carandiru – Drauzio Varella
7. O caso dos dez negrinhos – Agatha Christie
8. O monge e o executivo – James C Hunter
9. O pequeno príncipe – Antoine de Saint Exupery
10. Um certo capitão rodrigo – Érico Veríssimo
11. Memória de minhas putas tristes – Gabriel Garcia Marques
12. Nosso lar – Chico Xavier
13. O seminarista – Bernardo Guimarães
14. Capitães da areia -Jorge Amado
15. Dois mil anos de amor -JF Novaes
16. SPE SALVI – Bento XVI
17. Memórias de um sargento de milícias – Manuel Antonio de Almeida.

LIFAPOR

O LIFAPOR é um projeto de cooperação entre as universidades UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul) de Porto Alegre/RS – Brasil e INESC-ID (Instituto Nacional de Engenharia de Sistemas de Computação – Investigação e Desenvolvimento) de Lisboa – Portugal.

O objetivo principal do projeto é desenvolver a tecnologia de livros falados, que são a sincronização de arquivos de áudio com arquivos de texto e, posteriormente, imagens.

Entre outras aplicações interessantes pretende desenvolver uma biblioteca áudio-visual de livros.

As ferramentas a serem desenvolvidas no presente projeto podem ficar a disposição em Bibliotecas Públicas, Centros Comunitários , escolas e universidades. Como prejuízos causados pelo problema da dificuldade de acesso a obras escritas por parte de deficientes visuais, pode-se citar as lacunas na formação de pessoas com necessidades especiais.

http://lifapor.org/

O vídeo produzido por Lucas Machado, em projeto coordenado por Dante Augusto Barone traz um panorama do projeto:
Síntese de voz para produção de livros falados e inclusão social para deficientes visuais

http://ufrgsweb.ufrgs.br/node/247

Programa Inclusão em Processo: LIVRO FALADO

Promovido pela REAGE (Rede de Articulação Gaúcha de Entidades) LIVRO FALADO, também conhecido com áudio livro, é um livro lido por um ledor a partir de um livro impresso em tinta. O LIVRO FALADO pode estar armazenado em “Compact Disc”, mais conhecido como CD.

http://www.alquimia.art.br/livrofalado.htm Clique aqui para conhecer a lista de entidades que participam da Rede

de Articulação Gaúcha de Entidades (REAGE) do programa

INCLUSÃO EM PROCESSO: LIVRO FALADO.

Audiolivros para pessoas cegas ou com deficiência visual

http://audioteca.org.br/

A Audioteca Sal & Luz é uma instituição filantrópica, sem fins lucrativos, que produz e empresta livros falados (audiolivros) para pessoas cegas ou com deficiência visual, em todo o território nacional, de forma gratuita. A Audioteca também aceita trabalho de voluntários.

Para associar-se, a pessoa deve estar amparada pelo inciso III, Art. 70 do decreto 5296/04 que estabelece normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência.

LIVROS GRÁTIS em BLOGS

Bom, os livros grátis presentes em http://livros-gratis.blogspot.com/ não aparetam ser de domínio público, mas segundo o site os livros não são pirataria, pois os ebooks disponibilizados ali, circulam livremente na Internet e os autores permitem a divulgação.

Ainda dentro do site marfisa.org, acesse: Livros grátis. Bibliotecas virtuais. Download Gratuito

Categorias
geral grátis

Livros Grátis e Audio Books

Há uma semana venho pesquisando sobre livros grátis e free audio books em portugês, e encontrei sites interessantes.
Entre eles, o projeto LIBRI VOX. Os voluntários do LibriVox lêem e gravam capítulos de livros no domínio público.

Segundo o site, um coordenador de livro indica um livro na seção Readers Wanted, os voluntários “solicitam” capítulos para ler, os leitores gravam seus capítulos em formato digital e após verificações de qualidade, um novo audiobook de domínio público é oferecido gratuitamente!
A maior parte do que você precisa saber sobre o LibriVox pode ser encontrada no Fórum , na página de Perguntas Freqüentes FAQ , e na Guides for Listeners & Volunteers (the LibriVox wiki) .

Bom, logo desejei colaborar com o projeto, e parti em busca de livros de domínio público em Português.

Encontrei o "Portal Domínio Público ", site do Governo Federal,com um acervo de mais de 20000 obras, que propõe o compartilhamento de conhecimentos de forma equânime, colocando à disposição uma biblioteca virtual que deverá se constituir em referência para professores, alunos, pesquisadores e para a população em geral.

Entre as livros grátis presentes destaca-se: as obras de Machado de Assis, as poesias de Fernando PEssoa, os literatura infantil. Obras de autores, tais como: Artur Azevedo, Casimiro de Abreu, Olavo Bilac, Gil Vicente, Machado de Assis, Luís Vaz de Camões, Fernando Pessoa, José Maria Eça de Queirós, Aluísio Azevedo, William Shakespeare, José de Alencar, Euclides da Cunha, Antônio Gonçalves Dias, Gregório de Matos

Você pode efetuar pesquisa por conteúdo, pesquisa de teses e dissertações e pesquisa por nome do autor.

O Portal de Domínio Público ao promover o acesso às obras literárias, artísticas e científicas permite a integração, a preservação e o compartilhamento de conhecimentos através da Internet. As informações e conhecimentos são disponibilizadas de forma livre e gratuita, incentivando o aprendizado, a inovação e a cooperação entre os geradores de conteúdo e seus usuários.

O Portal Domínio Público está aberto a colaboração de: voluntários, que podem digitalizar obras que já se encontram em domínio público; autores (músico, fotógrafo, ilustrador, cineasta) cedendo obras de sua autoria; parceiros, cedendo os direitos autoriais de obras que a sua organização; e tradutores, que traduzem obras que se encontram em domínio público. Saiba mais sobre voluntariado para o projeto, clicando aqui.

Quem quiser saber mais sobre a legislação trata dos direitos autorais no Brasil ( LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998 ) também pode acessar o site do Planalto: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9610.htm

Segue a lista de livros grátis em PDF, mais acessados no site http://www.dominiopublico.gov.br/

A Divina Comédia Dante Alighieri
A borboleta azul Lenira Almeida Heck
Poemas de Fernando Pessoa Fernando Pessoa
A Comédia dos Erros William Shakespeare
O peixinho e o gato Lenira Almeida Heck
Romeu e Julieta William Shakespeare
Mensagem Fernando Pessoa
A Bruxa e o Caldeirão José Leon Machado
Dom Casmurro Machado de Assis
Cancioneiro Fernando Pessoa
O galo Tião e a dinda Raposa Lenira Almeida Heck
A Cartomante Machado de Assis
Sonho de Uma Noite de Verão William Shakespeare
O Eu profundo e os outros Eus. Fernando Pessoa
A Carteira Machado de Assis
Poesias Inéditas Fernando Pessoa
A Megera Domada William Shakespeare
A Tragédia de Hamlet, Príncipe da Dinamarca William Shakespeare
Tudo Bem Quando Termina Bem William Shakespeare
Do Livro do Desassossego Fernando Pessoa
Elementos de Geometria Euclides
Histórias da Avózinha Alberto Figueiredo Pimentel
Dom Casmurro Machado de Assis
Macbeth William Shakespeare
O galo Tião e a vaca Malhada Lenira Almeida Heck
O pastor amoroso Fernando Pessoa
No reino das letras felizes Lenira Almeida Heck
A Igreja do Diabo Machado de Assis
A Carta Pero Vaz de Caminha
A Tempestade William Shakespeare
Livro do Desassossego Fernando Pessoa
O Mercador de Veneza William Shakespeare
O Guardador de Rebanhos Fernando Pessoa
Este mundo da injustiça globalizada José Saramago
A Carta de Pero Vaz de Caminha Pero Vaz de Caminha
Memórias Póstumas de Brás Cubas Machado de Assis
Trabalhos de Amor Perdidos William Shakespeare
Histórias que acabam aqui Maria Teresa Lobato Fernandes Pereira Lopes
Os Lusíadas Luís Vaz de Camões
O ensino do desenho Lucio Costa
Manifesto Comunista Friedrich Engels
Karl Marx Karl Marx
A Metamorfose Franz Kafka
A Cidade e as Serras José Maria Eça de Queirós
Apologia de Sócrates Platão
Poemas Traduzidos Fernando Pessoa
A Mão e a Luva Machado de Assis
Crítica da Razão Pura Immanuel Kant
Conto de Inverno William Shakespeare
Curso de Linux Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial – SENAI
O Eu profundo e os outros Eus. Fernando Pessoa
Noventa e Cinco Teses de Lutero Martinho Lutero
A Paranoia Julio de Mattos
A Filosofia entre a Religião e a Ciência Bertrand Russell
Apologia de Sócrates Platão
Tudo Bem Quando Termina Bem William Shakespeare
Códigos do Brasil Anônimo
A Carta Pero Vaz de Caminha
Dicionário de Termos Técnicos de Informática – 3a. edição Carlos E. Morimoto
A Igreja do Diabo Machado de Assis
Curso de Magia José Roberto Romeiro Abrahão
Macbeth William Shakespeare
Este mundo da injustiça globalizada José Saramago
Discurso do Método René Descartes
Dicionário Filosófico Voltaire
O Livro dos Espíritos Allan Kardec
Histórias que acabam aqui Maria Teresa Lobato Fernandes Pereira Lopes
A Tempestade William Shakespeare
A Cidade e as Serras José Maria Eça de Queirós
O pastor amoroso Fernando Pessoa
A Carta de Pero Vaz de Caminha Pero Vaz de Caminha
Introdução à Eletrônica Carlos H. de Brito Cruz
Discurso sobre a Origem da Desigualdade Entre os Homens Jean-Jacques Rousseau

Ainda dentro do site marfisa.org, acesse: Livros grátis. Bibliotecas virtuais. Download Gratuito

O site de http://www.alessandromartins.com/ também aborda o assunto de Livros Grátis para Download.

Categorias
grátis vídeo

Soluções de Softwares de Vídeo – Grátis

Saiba mais sobre conversão e compressão de vídeos.

Primeira parte do Guia de conversão e compressão ( encoding) para você utilizar nos teus vídeos.Mostrarei algumas opções que estão disponíveis no mercado, entre elas, soluções gratuitas e profissionais para conversão de vídeos.
A compressão de vídeo é um processo inicia-se com a utilização de um material de vídeo original (seja este uma gravação da sua câmera de vídeo, web cam ou qualquer outro “device”, como uma câmera fotográfica ou celular), procede-se a conversão e converssão do vídeo utilizando um codec, e finaliza-se com a distribuição através de uma mídia: Internet , DVD ou CDROM.
Se deseja criar um vídeo que deverá ser assistido no formato HD-DVD, você escolherá uma compressão ( encoding) de vídeo diferente daquele que utilizaria, caso publicasse este mesmo vídeo, na Internet utilizando o YouTube. Enquanto o formato digital HD-DVD possui alta qualidade e alta resolução (veja mais sobre formato compatível HD-DVD), o vídeo feito para o You Tube deve estar comprimido em um arquivo pequeno, seguindo as especificações do YouTube, que facilitará aa distribuição pela web.O processo de conversão de vídeos é aquele no qual se utiliza de um arquivo de vídeo de um certo tipo, e transforma-o em outro formato. Por exemplo, você pode baixar um vídeo do You Tube e depois, convertê-lo para ser reproduzido no seu iPod, na sua TV ou computador, usando Softwares Livres.
Então, neste caso, a conversão se daria de um formato nativo “You Tube” (Flash Vídeo) para o formato final desejado.
Convém salientar que nenhum vídeo “melhora” após uma conversão ( codifição). Sempre haverá um perda de definição do vídeo, devido ao uso de codecs para compressão dos pixels que formam a imagem em movimento.
Este Guia, está organizado segundos os seguintes critérios:

  • Visão Geral: em quais ítens um método se diferencia de outro.
  • Preço: se a conversão de vídeo é grátis ou não, quanto custa para utilizar ou comprar o serviço.
  • Tipos de arquivos de input: quais formatos de vídeo dos quais se pode converter.
  • Tipos de arquivos de output: quais formatos de vídeo dos quais se pode obter após a conversão.
  • Funcionalidades avançadas: se existem ítens avançados, como por exemplo, escolher entre encoding VBR e CBR; ou, editar o vídeo.
  • Codificação em grupo (Encoding batch): possibilidade de colocar os vídeos em uma lista de execução, codificando em grupos de vídeos, e assim deixar o processo de conversão acontecer durante a sua ausência da frente do computador .
  • Requisitos de sistema: qual o sistema operacional, Windows XP, MACOSX, LINUX, e quais as especificações técnicas para utilização do software ou serviço.
  • Facilidades: – aonde pode comprar, “downlodear” (baixar) ou utilizar online o software ou serviço.

Soluções de Softwares de Vídeo – Grátis


Existem muitas soluções gratuitas
para que desejam converter vídeos de maneira econômica, muitas delas fazem uso de duas aplicações cross-plataform, isto é em Linux, chamados de MPlayer e FFMpeg. Se você quiser mais detalhes sobre projeto open-source de conversão de vídeos, leia mais em FFMPEG e MPlayer / MEncoder. Para aqueles que desejam uma maneira simples para converter vídeos através de softwares gráris, seguem algumas soluções:

MPlayer / MEncoder OSX

mp_player_encoder

  • Visão Geral: aplicação ( software) para Mac do popular software cross-platform MPlayer . Fornece uma interface simple e fácil de usar, com a qual se pode converter rapidamente teus vídeos em vários formatos.
  • Preço: grátis
  • Arquivos de Input:
    • MPEG-1 (VCD) e MPEG-2 (SVCD/DVD/DVB) vídeo
    • MPEG-4 em todos os tipos: DivX, OpenDivX (DivX4), DivX 5 (Pro), XviD
    • Windows Media Video 7/8 (WMV1/2)
    • Windows Media Video 9 (WMV3) (utilizando x86 DLL)
    • RealVideo 1.0, 2.0 (G2), RealVideo 3.0 (RP8), 4.0 (RP9)
    • Sorenson v1/v3 (SVQ1/SVQ3), Cinepak, RPZA e outros codecs para QuickTime
    • DV vídeo
    • 3ivx
    • Intel Indeo3 (3.1, 3.2)
    • Intel Indeo 4.1 e 5.0 (usando DLL x86 ou codecXAnim)
    • VIVO 1.0, 2.0, I263 e outros tipos: H.263(+) (usando x86 DLL)
    • MJPEG, AVID, VCR2, ASV2 e outros formatos de hardware
    • FLI/FLC
    • HuffYUV
  • Arquivos de Output: iguais ao de input
  • Funcionalidades avançadas: redimensão do filme , extração e colocação de legendas , preservação do aspect ratio, two-pass encoding, cortar um área específica do vídeo, e várias opções de compressão (encoding).
  • Codificação em grupo: não
  • Requisistos do sistema: software para Mac, funciona em Mac OSX. Pode-se encontrar o MPlayer e MEncoder para outros sistemas operativos no site: web MPlayer
  • Facilidades: faça o download direto da página do SourceForge

Riva FLV Encoder

riva

  • Visão Geral: a Riva além de oferecee este encoder FLV gratis, possui outras soluções de compressão (encoding) comercial .Esta é a solução bastante útil para converter o formato FLV ( FLASH VÍDEO) , atualmente muito popular por causa do You Tube).
  • Preço: grátis.
  • Arquivos de Input:
    • AVI
    • MPEG
    • Quicktime
    • WMV
  • Arquivos de Output: FLV
  • Funcionalidades avançadas: edita ovídeo, adiciona bordas personalisadas e coloridasi, faz deinterlaciamento
  • Codificação em grupo: não
  • Requisistos do sistema: Windows 98 ou superior, 64 MB RAM, Pentium 1 GHz ou superior.
  • Facilidades: faça download FLV Encoder do site: web Riva

Super

super

  • Visão Geral: Super é um compressor/convertor para Windows muito fácil de utilizar. Todos os codecs estão incluidos no program, transformando o Super em uma software gratuito muito poderoso e simples ao mesmo tempo.
  • Preço: grátis.
  • Arquivos de Input: Na lista dos formatos suportados encontramos:
    • 3gp/3g2(Nokia, Siemens, Sony, Ericsson)
    • ASF
    • avi (DivX, H263, H263+, H264, XviD, MPEG4, MSmpeg4)
    • ADT
    • fli, flc, flv (formato do Flash)
    • MKV
    • MPG (Mpeg I, Mpeg II)
    • mov(H263, H263+, H264, MPEG4 )
    • mp4(H263, H263+, H264, MPEG4)
    • ogg
    • qt
    • rm, ram, rmvb
    • str (formato PlayStation)
    • swf (formato Flash)
    • ts (formato HDTV)
    • VIV
    • VOB
    • WMV ( Windows Media Player)
  • Arquivos de Output: iguais ao de input.
  • Funcionalidades avançadas: fácil confguração dos parâmetros de vídeos (dimensão, fps e bitrate) durante a compressão, existência de perfil unico avançado de formato H.264, incorpora também o Multimedia File Analyzing para exibir ‘tags” e estrutura interna do arquivo.
  • Codificação em grupo: sim
  • Requisistos do sistema: compatível com Windows 98 ou superior.
  • Facilidades: faça download do Super diretamente do site deles.
Categorias
grátis internet TV

Mais sobre TV grátis, online, na web

A TV é o meio de comunicação mais poderoso de nossa cultura, e está de mudança para a internet.

Pesquisando sobre TV grátis na Web, encontrei o software Democracy Player.
Tão fácil como ligar a TV.
Democracy Player é um software para “tocar” video que traz o conceito de tv grátis online ou Internet TV. Com o Democracy TV Player, você assiste, baixa e gerencia vídeos on-line.
O programa de vídeo é gratuito, open-source e o funciona também como um leitor de canais de RSS.
O Democracy é uma mão na roda para as pessoas que gostam de assistir vídeo na internet, sejam eles do YouTube e do Google Video.
Alguns chamam de ‘TiVo para a internet’ ou ‘Firefox para vídeos’

A interface é muito fácil e o software disponibiliza ferramentas eficientes para você ver TV no computador.
O programa, possui um Channel Guide que já vem configurado com mais de 1000 canais de vídeo.
Estes canais de vídeos são fontes ( feeds) RSS que informam ao player qual vídeo ainda não foi baixado.
Ao abrir o programa, os novos vídeos dos canais de RSS são baixados automaticamente. Você também podem criar e compartilhar seu próprio canal de TV na internet.
O Democracy Player é gratuito, seu código é aberto, e é desenvolvido por uma organização sem fins lucrativos. Os desenvolvedores dizem que objetivo não é o lucro e sim, o oferecer a você a melhor experiência de vídeo possível. Os melhores vídeos de qualquer lugar na internet na tela do seu computador.
A televisão é o meio de comunicação mais poderoso de nossa cultura, e está de mudança para a internet.
Há uma grande oportunidade para que novas vozes sejam ouvidas. Mas se o vídeo na internet for dominado por apenas um ou dois grandes websites, nós todos teremos um grande problema.
Abertura, competição e descentralização fazem a internet funcionar.
Precisamos garantir que o vídeo online tenha a mesma liberdade.

Existe versões para os seguintes sistemas:

MACOSX versao 0.9.5.3: Download
Windows Version 0.9.5.3: Download
Linux Version: 0.9.5.3:
Download para Fedora
Download para UBUNTU
Download para Debian

Características do DEMOCRACY:

1. Assista todos os teus vídeos.
Assita qualquer formato de vídeo : Quick Time, Windows Media Player, MPEG, AVI, XVID. Organize sua coleção de vídeos, faça sua lista de favoritos e playlists.
2. Veja shows que são transmitidos grátis pela Internet.
Assine qualquer canal de vídeo RSS, podcast ou video blog. Explore os mais de 1000 canais que já são disponibilizados quando você instala o Democracy
3. Procure vídeos no You Tube.
Faça download esalve vídeos do YouTUbe, Google Video , Yahoo Video e de outros sites.
4. Tenha um TV em alta definição, em tela cheia, no seu computador.
Veja os vídeos grátisem tela cheia “fullscreen”
5. Bit Torrent.
Faça download de qualquer arquivo torrent, e assista usando Democracy. Tudo isto emum único aplicativo.
Abaixo, links para TV grátis na internet:


Band Sports
Acesse Band Sports
TV regional de Cascavel
Canal21 Cascavel
PLAY TV
Link para PLAY TV
TV LIBERAL
A programação ao vivo da TV Liberal está disponível somente nos horários dos telejornais ou durante eventos especiais produzidos localmente.
TV LIBERAL, acesse aqui
TV Brasilia
Link para TV Brassília
TV Rock
Shows de rock grátis
On Top TV
On Top TV, hits musicais e shows
All TV
Acesse All TV
TV CLIMATEMPO.
São vídeos com a previsão para o Brasil e para cada Região, além de notícias relacionadas à previsão do tempo e à agricultura.
Acesse Climatempo
TV Canal Internet.
Canais de TV web
TVs do mundo todo, em diferentes línguas:

Mais televisão gratuitamente atraves do computador (usando Windows Media Player).
TV Tuga
Outro link que traz TVs online grátis.
Spinner Guia de TVs online

Categorias
geral grátis internet

Bit Torrent, Azureus e eDonkey2000

Como fazer downloads de arquivos, filmes, documentários através de arquivos .torrent

Um pouco de história sobre troca de arquivos:
No tempo do BBS, a comunicação era linear.
Não havia o conceito de recomeçar um download do ponto onde havia parado, as conexões eram lentas.
Segundo o site CONTRADITORIUM, isso atrasou muito a principal função da Internet, que é a troca de arquivos de sacanagem e filmes pornôs.
Até hoje um download via FTP, são dois computadores enviando e recebendo arquivos ( informações) independente do que os computadores da rede mundial estejam fazendo.
Exemplos de P2P: Carracho, KDX , Hotline, Napster, Acquisition.
O NAPSTER foi da primeira geração de programas peer-to-peer. Ele baixava os arquivos de um usuário de cada vez. MP3 passou a ser um popul.ar por conta da troca deles na internet. E assim, o Napster enlouqueceu empresas fonogáficas.
Outros softwares de P2P, como Gnutella e Kazaa, tambem sofriam desta limitação de baixar arquivo de um usuário por vez.
Daí veio o eMule, que usa o modelo de “fila”. No EMULE, a troca é condicional. Só permito o download do arquivo A se você compartilhar, para mim, o arquivo B.
No EMULE, há muitos arquivos falsos (que levam dias pra baixar), spams, vírus e pornografia ilegal.
Nada garante que um arquivo downloadeado, seja o que você queria e esperou tanto tanto por ele.
Bom…
Surge o famoso DVD e os leitores de DVDs para computadores pessoais. De carona, criaram também o DeCSS, que descriptografava os DVDs, liberava as regiões dos players. Aparece também o formato de compressão DIVX.
Proliferam filmes e documentários online. A pirataria corre solta.
E então, a Motion Pictures Association of America processa usuários de P2P que baixaram filmes ilegalmente.
Aparece, então, o formato TORRENT,(mais conhecido como Bit Torrent)
Foi criado por Bram Cohen em 2003 e tem sido o alvo nº1 de empresas que lutam por direitos autorais.
Ele partiu da idéia:
1. como distribuir uniformemente um arquivo para o maior número de pessoas simultaneamente?
2. como evitar filas e sobrecarga de servidor quando da fase inicial, onde somente um, ou poucos computadores possuem o tal arquivo?
A solução proposta foi bacanérrima!
Por definição, todo membro de um enxame (o termo que compreende os computadores conectados a um arquivo torrent) é tanto receptor quanto transmissor.

O que é o Bit Torrent?

É um protocolo de compartilhamento de arquivos que progressivamente distribui a transferência da banda entre muitos usuários.
Ele faz com que grandes arquivos de audio e vídeo, possam ser downloadeados através da WEB, em um tempo razoável ( de alguns minutos até algumas horas). Ele tambem reduz o custo de transferência de arquivos para um site que disponibilize muito conteúdo.
Ele introduziu o conceito “partilhe o que já descarregou” maximizando muito o desempenho e possibilitando downloads rápidos e imediatos.
Por exemplo, uma vez que um usuário de Bit Torrent começa a downlodear um arquivo de vídeo, ele passa também a disponibilizar este mesmo arquivo. O próximo usuário, que tiver interesse neste mesmo arquivo, já começa a fazer o download do primeiro usuário.
Os downloads se tornam, progressivamente mais rápidos e eficientes. O uso da banda, transfer rate, é distribuido entre os usuários, minimilizando os custos para todos.

Como Bit Torrent funciona?

Na rede BitTorrent os arquivos são quebrados em pedaços de geralmente 256Kb ou 512 kb. Ao contrário de outras redes, os utilizadores da rede BitTorrent partilham pedaços em ordem aleatória, que podem ser reconstituídos mais tarde para formar o arquivo final.
O sistema de partilhamento optimiza ao máximo o desempenho geral de rede, uma vez que não existem filas de espera e todos partilham pedaços entre si, não sobrecarregando um servidor central, como acontece com sites de downloads por exemplo. Assim, quanto mais utilizadores entram para descarregar um determinado arquivo, mais largura de banda se torna disponível.
Existem dois tipos de pontos em uma rede torrent:
Os Seeders ( semeadores)
Os Leechers ( chupadores)
Seeder é que semeia um Torrent, Leecher é que faz o download ( utilizadores-peers).

Como você partilha um arquivo no Azureus?

1) Primeiro você faz um conta em um TRACKER.
* O tracker é o computador que vai fazer a ligação entre os seeder(s) e os receptores, em outras palavras é o elo de ligação entre os usuários que estão compartilhando o arquivo.
O Tracker que eu recomendo é o www.torrentbox.com
2) Cria um Arquivo .torrent usando o AZUREUS.
O Azureus pede o “rastreador externo” ( que nada mais é que o TRACKER que você se cadastrou antes)
3) Entra no site de TRACKER que você havia se cadastrado, no caso “torrent box”, e faça um “UPLOAD TORRENT” coloca no ar por através de um tracker . E vc passa a ser um SEEDER (Semeador)
4) O arquivo .Torrent fica disponivel em alguma pagina na web, fixa indexada em um tracker, ou você o envia o link diretamente para um amigo seu.
5) Utilizadores, Leechers ou PEERS- vão começar a “baixar” teu arquivo.

Como downloadear um arquivo de um arquivo .torrent?

é bastante intuitivo. Cada pessoa que quiser descarregar um arquivo, primeiro deve descarregar o arquivo torrent que aponta para o arquivo de um site de TRACKER
Então, atenção, não existe sistema de busca dentro de um cliente de Bit Torrent, por ex. Azureus, o utilizador deve procurar o torrent em sites da internet.
Depois abre o arquivo .torrent no seu cliente BitTorrent.
O arquivo torrent mostra ao cliente o endereço do tracker, que mantém um log de quais os utilizadores que estão descarregando o arquivo e onde o arquivo e seus pedaços estão (caso o tracker esteja fora do ar fica impossível começar o download).
Depois do download começar, se o tracker sair do ar ainda é possível continuar o download, mas perde-se a informação de quais os utilizadores que estão online e quais os blocos que estão disponíveis.
Para cada fonte disponível o cliente lista quais blocos do arquivo que estão disponíveis, para depois pedir o bloco menos disponível na rede que ele ainda não possui. Essa priorização, dos blocos mais raros entre os utilizadores da rede primeiro, faz com que todos tenham blocos para partilhar. Assim que um cliente termina de descarregar um bloco, ele é automaticamente “hasheado” para garantir a integridade e segurança do mesmo, para em seguida procurar um cliente qualquer para fazer o upload daquele bloco.
Os utilizadores que já terminaram de descarregar um arquivo são “semeadores”.

Quem faz mais uploads de arquivos .torrent ganha melhor performance?

O sistema de compensação por uploads do BitTorrent já era implementado numa variante no KaZaA em 2002. O nível de participação de um usuário aumentaria e baixaria de acordo com o volume de uploads.

Sistemas parecidos ao Bit Torrent?

Similar ao eDonkey2000 , porem no eDonkey2000 os nós da última costumam partilhar um número muito maior de arquivos, tornando a banda disponível para cada arquivo muito menor.
O eDonkey2000 tem filas de espera muito grande.

Questões legais?

Inicialmente criada para distribuir arquivos legalizados, como as distribuições de GNU/Linux, trailers de filmes de alta qualidade ou qualquer outro tipo de material de livre distribuição.
PORÉM…
O BitTorrent também é conhecido por ter na rede usuários partilhando músicas, filmes e programas ilegalmente, assim como acontece com as outras redes P2P.
A rede BitTorrent foi usada para distribuir cópias ilegais de alta qualidade do filme The Matrix Reloaded já nos dias seguintes após o filme ser lançado nos cinemas.
Outros casos famosos foram o do vazamento do código fonte do jogo Half-Life 2 e até uma parte do código fonte do Windows NT e do Windows 2000.
Há chuva de processos vindos de diversas autoridades defensoras dos direitos autorais, incluindo governos, atacou os principais sites de distribuição de torrents no mundo.
Apesar disto o protocolo se mostrou bastante eficiente em tirar a sobrecarga de sites que oferecem demos e videos legalizados para o público comum. Alguns desenvolvedores, publicadores e sites do mundo já aderiram ao protocolo ou a outros protocolos p2p como uma forma de reduzir os custos de manutenção de grandes servidores de arquivos.
Até o momento, o BitTorrent é o protocolo P2P mais popular adotado para usos legalizados.

Existem diferencas entre BIT TORRENT e outros protocolos de P2P?

Existem duas diferenças principais entre o BitTorrent e outros protocolos de partilhamento comumente conhecidos.
Primeiramente, o BitTorrent não oferece um sistema de busca interno, o usuário deve procurar os arquivos torrent que apontam para o arquivo que ele quer baixar por indicação de alguém ou procurando em sites que indexam torrents. E em segundo lugar, a rede não dá suporte ao usuário para distribuir um arquivo, ele deve rodar um tracker para tornar o seu torrent disponível para os outros por conta própria ou usar um tracker de terceiros para isso. Essa duas características tornam a rede BitTorrent um alvo improvável de processos judiciais, bem como os seus usuários. Porém, o mesmo não se pode dizer daqueles que rodam trackers ou sites indexadores de torrents para distribuição de programas comerciais, jogos, filmes completos, músicas, etc.
Sites que disponibilizam listas ( trackers) de arquivos ilegais de .torrent sao sempre perseguidos pelas autoridades.
O suprnova era um site famoso, e foi fechado.
O administrador de lá criou uma companhia e o programa de partilhamento Exeem, que diz descentralizar o BitTorrent eliminando a necessidade de trackers. Diferentemente do BitTorrent, o Exeem não tem código fonte aberto e é patenteado por uma empresa.
Já existe um sistema de entrega de conteudo apeliado de Broadcatching, que combina RSS e Bit Torrent. Faz com q a pessoa que assina o canal de RSS receba arquivos de torrent.
Em outras palavras, assim como você se cadastra num site para receber notícias por e-mail, você poderia se cadastrar num site para receber arquivos com o conteúdo desejado, como trailers de novos filmes, músicas, seriados, etc)

Algumas operadadoras de banda larga estão fazendo traffic shapper nas transferencias p2p para limitar a banda.

A NET Virtua, com suas novas conexões MEGA FLASH, esta fazendo traffic shapper. Ou seja, limitando conexões que estejam fazendo P2P
Versões novas dos clientes torrent, existe uma opção que permite criptografar o cabeçalho dos pacotes de TCP/IP para que o traffic shapper não consiga identificá-los.
Alguns provedores também estão monitorando as portas do programas p2p.
Neste caso, basta colocar uma porta aleatória (alguns clientes já fazem automaticamente).
Não só o Virtua, mas BrasilTelecom, Velox…
Existe um Yahoo groups [quero_meus_p2p] que trata deste assunto.
Wikipedia Torrent. O que é?
Guia como criar um Torrent
Tutorial completo Bit Torrent
Como desbloquear a Bit torrent, Azureus e eMule nas conexões Virtua Mega Flash

Categorias
grátis

Programa Grátis para PC e MACs

Garimpamos na internet alguns links para softwares grátis (freware).

Programas Grátis para PC

Total Commander
Organizador de arquivos que permite conexao via FTP par transferir arquivos Funciona super bem entre MACs e PCs ( Windows). Atua também como descompactador.
Acesse o site da empresa e clique em “Download Now”

IrfanView – 3.98
Converte e lê arquivos em AIF, ANI, BMP, CAM, CLP, CPT, CUR, DCX, DIB, DJVU, EPS, FlashPix, RLE, JPG, GIF (including animated GIF), PCD, PCX, PNG, TIF, IFF/LBM, LWF, PSD, TGA, RAS, ICO, AVI, WMF, EMF, PBJ, PBM, PGM, PPM, PCD, PSP, e XBM/XPM.
Link para downlaod direto
Site da empresa: http://www.irfanview.com/

OpenOffice
Trabalha com arquivos de texto com funções semelhantes ao programa Office ( Microsoft). Super popular entre as pessoas que utilizam Linux.

Link para downlaod direto do OpenOffice

STOIK Video Converter – 2.1.1
Converte de vídeos de AVI, WMV, DV para qualquer outro tipo de arquivo de vídeo.
Link para downlaod direto
Site da empresa: http://www.stoik.com

dBpowerAMP Music Converter – 11.5

Converte músicas para mp3.
Link para downlaod direto
Site da empresa: http://www.dbpoweramp.com/

Sun CD/DVD Burner – 2.22
Faz backup de arquivos, compila músicas salvas em formato ISO e faz CDs multisessões
Link para downlaod direto

Site da empresa: Sun CD/DVD

Google Talk 1.0.0.92 em Português
Programa de comunicação ( mensagens) do Google. Permite conversar através de teclado e voz com outros usuários que possuam o Google Talk instalado. Utiliza tecnologia de voz sobre IP( VoIP). Requer uma conta de email no Gmail.
Link para o Google Talk.

Programas Grátis para MAC

Graphic Viewer 1.5
Mostra imagens em slideshow e converte images para diferentes formatos.

Link para downlaod direto
Site da empresa: http://www.finseth.com/

YuBurner 0.7.1
Grava arquivos em DVDs e CDs.
Link para downlaod direto
Site da empresa:
Xfolders – 1.3.1
Organizador de arquivos que é muito prático e simples de ser usado.
Link para downlaod direto
Site da empresa: http://www.kai-heitkamp.de